Siga oGol no Twitter
Futebol Internacional
Entrevista Ogol
Decepção no Brasil superada

Ex-Botafogo, Octávio retorna à Europa em busca de volta por cima na carreira

2020/02/14 09:51
Texto por ogol.com.br
E0

O meia brasileiro Octávio, de 26 anos, vai para a sua terceira passagem fora do Brasil. Depois de Itália e Bélgica, o jogador, formado na base do Botafogo, projeta experiência no futebol búlgaro com a camisa do Beroe, sétimo colocado na liga nacional, para dar a volta por cima na carreira. 

Octávio começou no profissional do Alvinegro em 2013. No ano seguinte, foi emprestado ao ABC, de Natal, antes de jogar fora do país pela primeira vez. Na Itália, fez parte do elenco da Fiorentina com o técnico Vincenzo Montella, mas uma lesão impediu sua sequência em Florença. 

"Fui direto para o profissional, fui como empréstimo e opção de compra. O Montella disse que eu teria que aprender algumas coisas táticas de posicionamento, marcação, e eu fiquei um tempo em adaptação, jogando fora da minha posição, para aprender. Joguei de primeiro volante, lateral direito, e ele me disse que jogaria a Copa Itália, porque na Serie A estávamos lutando por vaga na Champions. Em dezembro , porém, eu machuquei o menisco e tive que fazer uma operação", recordou o jogador em conversa com a reportagem de oGol

Octávio voltou ao Brasil após a cirurgia. No Rio de Janeiro, renovou contrato com o Botafogo a pedido do técnico René Simões, e acabou campeão da Série B com Ricardo Gomes. No ano seguinte, porém, perdeu espaço e foi emprestado para Tupi e Volta Redonda. 

"O Botafogo é o clube que eu me sinto em casa. Eu era muito novo, e às vezes é natural oscilar em algumas partidas, mas o futebol não espera, é muito rápido, e quando eu amadureci, eu não tive a oportunidade de retornar de empréstimo. Acredito que seria diferente", destacou. 

O retorno para um mercado menos tradicional da Europa foi a opção de Octávio. Jogou no Beerschot Wilrijk e marcou um gol em seis aparições na Liga Belga em 2018. Segundo o jogador, a experiência no país ajudou no desenvolvimento de sua carreira. 

"Foi uma passagem muito importante na minha carreira, eu cresci muito, o treinador, Marc Brys confiava muito no meu trabalho, e quando acabou a temporada ele foi para um clube da primeira divisão, queria me levar, mas o clube só queria liberar por venda", contou.

Retorno traumático ao futebol brasileiro superado

Octávio acabou rescindindo e voltou ao Brasil para jogar o Paraibano no Perilima. A passagem, que teve um gol em uma histórica vitória do clube sobre o ASA, terminou com briga na Justiça. O 2019 de Octávio foi perdido na disputa fora de campo. 

"Foi o pior momento da minha carreira. Tive grandes problemas no tempo em que estive lá, tive que ir para Justiça pedir minha liberação, mas graças a Deus deu tudo certo, e agora estou retomando a minha carreira, a famosa volta por cima. Foi um momento muito triste, onde prejudicou muito a minha carreira, mas o Alan Belaciano, que é meu advogado, foi muito eficiente e conseguiu minha liberação. O processo ainda está correndo, mas meu advogado está ciente de tudo e tudo vai dar certo! Importante que agora eu tenho a liberdade de poder recomeçar e dar a volta por cima", disse o meia, que não quis entrar em detalhes sobre o processo. 

A ação, de caráter trabalhista, no Tribunal Regional do Trabalho da 35ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, reclama a falta de pagamento em nove meses do salário, além de oito parcelas de luva e dois meses de FGTS. 

Apesar do processo ainda estar em andamento, Octávio conseguiu a liberação contratual na Justiça e, em 2020, volta para a Europa para jogar no Beroe, atual sétimo colocado no Campeonato Búlgaro. O brasileiro quase foi parar na Eslováquia, mas, de última hora, assinou com o Beroe e espera dar, enfim, a sua volta por cima. 

"Foi uma loucura, meu empresário, Márcio Bittencourt, me apresentou uma proposta e primeiro fui para a Eslováquia. Quando ia assinar lá, recebi uma proposta de um clube da Bulgária, e quando ia assinar nesse clube, recebi a proposta do Beroe! Fui muito bem recebido aqui, trabalhei forte nesse tempo em que as coisas estavam se resolvendo, liguei para o Leandro Cardoso, que foi preparador físico do Botafogo em 2013, e ele me ajudou bastante. Cheguei aqui bem, e agora a expectativa é que eu consiga ajudar o clube a ir para Europa League, retomar minha carreira, e crescer novamente. Estou feliz e preparado para alcançar meus objetivos". 

Octávio, presente na goleada por 5 a 2 sobre o Botev Galabovo, no último teste antes do Campeonato Búlgaro, deve estrear oficialmente no domingo, quando o Beroe recebe o Etar Tarnovo pela rodada 21. 

Brasil
Octávio
NomeOctávio Merlo Manteca
Data de Nascimento1993-12-29(26 anos)
Nacionalidade
Brasil
Brasil
Dupla Nacionalidade
Itália
Itália
PosiçãoMeia (Meia Ofensivo)

Fotografias(1)

Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
Links Relacionados
Jogador
Equipe
Competição
Futebol Internacional
Segue a indefinição no velho continente
Neste domingo, a Uefa negou, através de um comunicado oficial, ter imposto a data de 3 de agosto como limite para a conclusão de Liga dos Campeões e Liga Europa, ...
ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
grandejogadoor 05-04-2020, 02:13
WillNefalem 04-04-2020, 23:28