Siga o canal do youtube do ogol.com.br
        1xBet
        Ano mágico

        Artilheiro das finais, Milito decidia do Italiano à Liga dos Campeões em 2010

        2020/05/22 09:33
        Texto por Paulo Mangerotti
        E0

        Diego Milito já era um atacante de bom nível antes de se transferir para a Internazionale, na temporada 2009/10. O argentino acumulava muitos gols por onde passava, seja no início no Racing, no tempo de Zaragoza ou no Genoa. Daí, no entanto, a acreditar que ele seria o herói do histórico triplete da squadra italiana, com gols em todas as finais, já seria um passo muito grande.

        Ainda assim, Milito conseguiu. O atacante foi o artilheiro da temporada dos Nerazzurri, com 30 gols, o que concretizaria o melhor ano de sua carreira não apenas em termos de conquistas coletivas (com a Copa da Itália, Campeonato Italiano e Liga dos Campeões), mas também a nível individual.

        Por mais curioso que seja, o Príncipe, como era conhecido, não chegou com papel de protagonista naquela Inter. O time de José Mourinho era (muito) estrelado, mesmo que seja corriqueiramente lembrado por não ter sido brilhante. Então, para Milito 'roubar' o protagonismo do companheiro de ataque Samuel Eto'o já poderia parecer demasiado, e aquele time ainda tinha Sneijder, Zanetti, a lenda Stankovic, o brasileiro Júlio César em seu auge...

        De gol em gol, o centroavante com estilo clássico colocou seu nome para sempre na história da Internazionale. Na Copa da Itália, a primeira das três conquistas, Milito fugiu de seu estilo 'quadrado' de fazer gols: recebeu um passe de Thiago Motta na linha do meio de campo e arrancou. Três zagueiros não foram capazes de pará-lo até chegar na área, terreno em que sempre foi mortal. Uma finalização com estilo e gol do título, mal ele poderia imaginar que em duas semanas viriam coisas maiores.

        A disputa pela Serie A daquela temporada estava acirradíssima entre Roma e Inter, com as equipes separadas por dois pontos na tabela durante as cinco rodadas finais. Ao menor tropeço, o rival estava pronto para ficar com a taça. Milito se certificou de dar sua parcela de colaboração para o caneco ficar em Milão: marcou o gol da vitória na última rodada diante do Robur Siena, assim garantindo os três pontos necessários para a conquista.

        Ainda faltava o maior objetivo daquela temporada, a sonhada Liga dos Campeões, título que a Inter não via há 45 anos. Na equilibrada final entre Bayern e Inter, do jogo ofensivo de Van Gaal para o defensivo de Mourinho, Milito foi o ponto de desequilíbrio, marcou duas vezes. Recebeu assistência dos então supostos protagonistas, primeiro de Sneijder e então de Eto'o. Naquela temporada, Milito ainda seria eleito o melhor atacante e melhor jogador pela Uefa. Foi, naquele ano, que o Príncipe pôde gabar-se de Rei.

        Argentina
        Diego Milito
        NomeDiego Alberto Milito
        Data de Nascimento1979-06-12(41 anos)
        Nacionalidade
        Argentina
        Argentina
        Dupla Nacionalidade
        Itália
        Itália
        PosiçãoAtacante (Centroavante)

        Fotografias(3)

        Diego MIlito
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        SIMULADOR OGOL
        Faça a sua aposta:
        R$
        Odd acumulada:
        Ganhar
        O destino de Luis Suárez está cada vez mais claro, e tem tudo para ser o Atlético de Madrid. Na Espanha as negociações entre o atacante, o Atlético e o ...
        ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
        Piranho 21-09-2020, 08:38
        Lucas17 20-09-2020, 16:30