Siga o canal do youtube do ogol.com.br
        1xBet
        Clubes
        Clubes

        Liverpool

        Texto por ogol.com.br
        l0
        E0

        Quem diria que a história do Liverpool iria começar em seu maior rival local, o Everton. Mas assim foi: de um desentendimento entre dirigentes do Everton surgiu o Liverpool. E o Anfield, lendária casa vermelha, já foi um dia o campo dos Blues

        Em 1892, diretores dos Toffees divergiram sobre o futuro do Everton e grande parte da diretoria se mudou de Anfield para o Goodison Park, local do atual estádio do clube. Em Anfield, restaram os contrários a mudança, entre eles John Houlding. O cartola, diante de um estádio sem time, encontrou a solução: fundar uma nova equipe. Surgiu, então, o Liverpool. 

        Primeiro jogo sem ingleses e de azul

        O primeiro jogo do Liverpool, de acordo com os registros do clube, aconteceu contra o Rotherham, em uma vitória por 7 a 1 sem usar nenhum jogador inglês e vestindo uniforme azul. Em 03 de setembro do mesmo ano de 1892, veio o primeiro duelo por competição: goleada por 8 a 0 sobre o Higher Walton. 

        Os Reds, em um primeiro momento, fizeram um apelo para a F.A para entrarem direto na football league (então segunda divisão), mas tiveram de jogar uma liga regional antes. Não foi problema: com direito a vitória sobre o Everton, no primeiro dérbi de Merseyside, o Liverpool terminou campeão e se garantiu, já em 1893, na segunda divisão. 

        Logo na primeira participação, o Liverpool foi campeão e logo chegou na elite. Com a chegada de Tom Watson, histórico treinador do clube, deixou de jogar em azul e assumiu o uniforme vermelho, ganhando o apelido de Reds

        De vermelho, o Liverpool conquistou seus primeiros títulos ingleses, em 1901 e 1906. O gigante foi precoce e, década após década, foi fazendo sua lenda crescer. Umas mais, outras menos. Os anos das guerras marcaram um período ruim do clube, com uma queda para a segunda divisão. E mesmo na década de 1930, o Liverpool ficou sem grandes feitos. 

        O retorno aos títulos e a chegada de Bill Shankly 

        Os Reds voltaram ao topo da Inglaterra depois da Segunda Guerra, conquistando a liga em 1947. Mas foi mesmo só após a chegada do técnico Bill Shankly, em dezembro de 1959, que a história do time de Anfield foi mudar por completo. 

        Shankly dispensou 24 jogadores do elenco que recebeu em mãos, mantendo apenas Roger Hunt e Gerry Byrne. Com um novo elenco, conseguiu ganhar a segunda divisão para colocar, de imediato, o clube na elite do futebol nacional. 

        O time ainda aproveitou o boom da cidade na década de 1960 com a Beatlemania e cresceu para além das fronteiras da Inglaterra. Já consolidado como um dos grandes clubes do país, o Liverpool passou a fazer grandes campanhas na Liga dos Campeões, chegando na semifinal em 1965 e ficando com o vice-campeonato em 1966. 

        Na década de 1970, o salto na Europa foi maior. Em 1973, Shankly trouxe novos nomes, como Emlyn Hughes e Kevin Keegan, e conquistou a Copa Uefa, atual Liga Europa, além do título inglês e da conquista da F.A Cup da temporada seguinte. 

        A era Paisley

        A tão sonhada Liga dos Campeões veio poucos anos depois, e já sem Shankly. Auxiliar de Bill, Bob Paisley assumiu o time em 1974, e comandou os Reds em uma era de sucessos intermináveis. Foram nove anos que colocaram o clube no topo da Inglaterra e da Europa. 

        No período, o clube conquistou seis Ligas Inglesas, três Ligas dos Campeões (ainda conhecida como Copa dos Campeões), uma Copa Uefa e a Supercopa da Europa. Naqueles anos, o Liverpool foi o grande clube da Europa. 

        O fim da sequência vitoriosa começou com a Tragédia de Heysel, quando torcedores vermelhos partiram para cima de fãs italianos em Bruxelas, horas antes da final da Liga dos Campeões contra a Juventus. 39 pessoas acabaram mortas, ofuscando a vitória da Juve. 

        Já sob o comando de Kenny Dalglish nos anos seguintes, o Liverpool voltou a ser campeão, mas sofreu nova tragédia em 15 de abril de 1989. Em Hillsborough, antes da semifinal da Copa contra o Nottingham Forest, torcedores tentaram forçar a entrada no estádio, gerando um desastre com 94 mortes, além de centenas de feridos. 

        Dalglish saiu em 1991, e o Liverpool deixou de ser o mesmo desde então. De 1991 até 1998, o clube venceu apenas uma Copa e outra Copa da Liga. Só a Europa impulsionaria o clube nas décadas seguintes... 

        Topo da Europa, mas fila na Inglaterra

        No século XXI, o Liverpool ampliou um longo período sem títulos ingleses. Mas, ao menos em competições internacionais, o clube levantava troféus. Começando pela Copa da Uefa de 2001, depois de grande vitória sobre o Alavés, por 5 a 4. 

        Sob a batuta do capitão Steven Gerrard, os Reds voltaram ao topo da Europa quatro anos depois, dessa vez no maior torneio do continente. A final contra o Milan, em 2005, ressaltou a mística da camisa vermelha de Anfield. 

        Os Rossoneri, com Kaká em grande fase, chegaram a abrir 3 a 0 no primeiro tempo, mas o time, comandado por Rafa Benítez, buscou o empate em 3 a 3 e venceu a final, disputada em Istambul, nos pênaltis. Naquele ano, porém, o clube perdeu a final do Mundial para o São Paulo, com Rogério Ceni parando Gerrard. 

        O capitão dos Reds, considerado um dos grandes ídolos da história do clube, teve uma grande decepção na carreira: nunca ter acabado com o jejum de títulos na Inglaterra. O Liverpool seguiu sofrendo contra os rivais em seu país, vendo o Manchester United se tornar o maior campeão nacional. 

        O que manteve o Liverpool grande foi o sucesso continental. Com Mohamed Salah, o craque egípcio que entrou para a história do Liverpool, e com a muralha brasileira chamada Alisson, o Liverpool venceu a Liga dos Campeões em 2019, em uma final inglesa com o Tottenham. O clube havia perdido o título um ano antes para o Real Madrid, mas manteve o Heavy Metal do técnico alemão Jürgen Klopp e seguiu escrevendo sua história como grande campeão continental. 

        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        Links Relacionados
        Equipe