Siga o canal do youtube do ogol.com.br
história
Biografia Jogadores

Gilmar: uma lenda debaixo das traves

Texto por ogol.com.br
l0
E0
Gylmar dos Santos Neves, conhecido como Gilmar, foi um dos maiores goleiros da história não só do Corinthians, como também da seleção brasileira. Foi vitorioso também com a camisa do Santos, e somou os principais títulos do futebol ao longo da carreira. 

O início, porém, não foi muito promissor. Gilmar chegou no Corinthians, no início da década de 1950, após sofrer muitos gols com o Jabaquara (o time sofreu 57 tentos no Paulista daquele ano). Por sinal, chegaria no Timão apenas como moeda de troca, envolvido em uma negociação. Ter o goleiro não era desejo dos dirigentes corintianos, mas... 

E mesmo no início da passagem pelo Alvinegro, Gilmar sofreu com as críticas. O Corinthians levou uma goleada de 7 a 3 da Portuguesa, e o goleiro foi visto como vilão. Só que naquele ano mesmo, o time se recuperou, Gilmar também e o título paulista acabou ficando com o Timão. 

Gilmar não largou mais a meta corintiana: foi bicampeão paulista no ano seguinte e bicampeão do Rio-São-Paulo em 1953 e 1954. Em 1953, o goleiro passou a ser chamado para a seleção brasileira e passou a jogar com mais frequência em 1955. 

Em 1958, já com três paulistas no currículo, Gilmar chegou para aquela Copa do Mundo como titular. Certamente o ataque brasileiro chamou mais a atenção, com o menino Pelé, Garrincha, Zagallo, Vavá e companhia, mas o goleiro era a segurança do time. Tanto que passou os primeiros quatro jogos do Mundial sem sofrer gols. 

Quatro anos depois, Gilmar seguiu incontestável na meta brasileira, e o Brasil foi bicampeão do mundo. Mais uma vez, o goleiro foi a segurança do time. Nesta época, Gilmar já era companheiro de Pelé também no Santos. 

A frase "um grande time começa com um grande goleiro" foi bem verdade na vida da seleção brasileira e do Santos. Com Gilmar e companhia, o Peixe dominou o futebol brasileiro na década de 1960, sendo tetracampeão da Taça Brasil. 

Gilmar foi também bicampeão do mundo com o Santos, além de bicampeão da Libertadores. O goleiro ficou no topo do futebol brasileiro por muitos anos,  e ainda disputou a Copa do Mundo de 1966, mas não evitou a eliminação da decadente seleção brasileira. 

Foi o fim da trajetória de um goleiro que fez 94 jogos oficiais com a camisa da seleção brasileira, na frente, em número de jogos, até de Pelé. Gilmar se aposentou em 1969, e nos deixou em 25 de agosto de 2013, vítima de um infarto em São Paulo. 

Fotografias(2)

O primeiro Campeonato do Mundo do Brasil
Lista
Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
Links Relacionados