Siga oGol no facebook
          1xBet
          Biografia
          Biografia Jogadores

          David Beckham, o craque que transformou jogadores em popstars

          Texto por Paulo Mangerotti
          l0
          E0

          Talvez David Beckham nunca tenha tido o reconhecimento que merecesse enquanto jogador de futebol, mas isso é reflexo da revolução que ele próprio causou. Se hoje você acha normal todo o marketing e tratamento de estrela recebido pelos jogadores, é porque o inglês foi o primeiro a dar o passo - impossível de ser dado se também não fosse um dos grandes da história do esporte.

          David Robert Joseph Beckham nasceu no dia 2 de maio de 1975, em Leytonstone, na região metropolitana de Londres. Ao contrário do que muitos pensam, ele não começou a jogar futebol pelo Manchester United, onde marcou época, mas pelo pequeno Brimsdown Rovers, atualmente extinto. Antes de chegar aos Red Devils, Beckham ainda passou pela categoria de base do Tottenham.

          Turma de 92

          Em 1992, ano que Beckham se profissionalizou pelo United, ele não se apresentava sozinho ao mundo da bola. O meia era um dos integrantes da Class of 92, junto de ninguém menos que Ryan Giggs, Paul Scholes, Gary Neville, Phil Neville e Nicky Butt, todos então revelações do clube com idade entre 16 e 19 anos.

          Junto dessa turma, Beckham fez parte de um dos Manchester United mais vencedores da história. O ano de 1999 foi o ponto alto dos dez anos em que ele defendeu o time principal dos Red Devils. Comandado por Sir Alex Ferguson, ele era a estrela - e porque não o craque - do time que conquistou a Liga dos Campeões, Copa da Inglaterra, Premier League e Mundial de Clubes.

          Depois do ano perfeito, em que foi o líder em assistências na Champions e participou de 55 dos 63 jogos disputados pelo United, Beckham acabou em segundo lugar no prêmio de Melhor Jogador do Mundo da Fifa e também na Bola de Ouro.

          A precisão ímpar nos lançamentos longos e a maestria nas cobranças de falta sempre foram a marca registrada do jogador, e foi justamente assim que ele ajudou o clube a empilhar troféus a perder de vista. O casamento entre Beckham e United, porém, teve fim em 2003, 394 jogos e 86 gols depois.

          A estrela encontra os Galácticos

          Em uma das transferências mais midiáticas da história, Beckham trocou o United pelo Real Madrid, provavelmente a escolha perfeita por tudo que o jogador já representava naquela altura. À época, não faltaram notícias sobre como as vendas de camisa de Beckham bateram todos os recordes, ou sobre como o Real recuperou o investimento feito nele apenas com o retorno da venda de material esportivo associado ao seu nome. Ao chegar em Madri, o inglês elevou o status de superstar ao elenco que já contava com Ronaldo, Zidane, Luis Figo, Raúl, Roberto Carlos e companhia.

          "Ele é um homem dos nossos tempos e um símbolo do estrelato dos dias modernos e o que é certo é que o Real contratou Beckham porque ele é um grande jogador e um profissional muito dedicado", essas foram as palavras de Florentino Pérez, então presidente do Real Madrid, na apresentação de Beckham como jogador do clube.

          Na Espanha, o inglês voltou a ser campeão e foi essencial nas quatro temporadas que lá esteve, mesmo que não reproduzisse todo o sucesso que havia tido pelo United. Enquanto isso, fora de campo, Beckham se tornava cada vez mais um fenômeno do marketing. Casado com a Spice Girl Victoria Beckham, o jogador passava a ser cobiçado como garoto propaganda de todos os comerciais que você pode imaginar, os inúmeros cortes de cabelo geravam moda e também mais capas de jornal que seu futebol...

          Inglaterra, MLS, Milan e PSG

          Na Inglaterra, Beckham não é apenas uma estrela do Manchester United. O meia é o terceiro jogador com mais partidas na história do English Team, com 115 participações e 17 gols. Pela seleção, ele foi o símbolo de uma geração que passou com a sensação que poderia ter entregado mais, afinal em 2002 a Inglaterra caiu para o Brasil nas quartas de final, em um jogo duro, terminado em 2 a 1.

          Por clubes, o craque defendeu ainda o Los Angeles Galaxy, em uma transferência direta do Real Madrid para os Estados Unidos. Assim, Beckham se tornava um dos precursores da segunda leva de craques internacionais no país. A presença do inglês ajudou a consolidar a Major League Soccer como destino de grandes jogadores na fase final da carreira. O sucesso na MLS foi tanto que Beckham se tornou dono de um clube que disputa a franquia, o Inter Miami.

          Dado por muitos como aposentado, pela decisão de jogar nos Estados Unidos, o meia ainda defendeu o Milan em duas oportunidades, entre sua passagem pelo Los Angeles Galaxy. Aposentou no Paris Saint-Germain, em mais uma dessas empreitadas cheias de estrelas, afinal Beckham nunca teve dúvidas de ser uma delas.

          D

          Fotografias(50)

          David Beckham (ENG)
          Lista
          Comentários (0)
          Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
          motivo:
          EAinda não foram registrados comentários…