Siga o canal do youtube do ogol.com.br
        1xBet
        Histórias do Futebol
        Histórias do Futebol

        Lucien Laurent: o dono do primeiro gol em Copas do Mundo

        Texto por Ryann Gomes
        l0
        E0

        Era primeiro tempo de jogo, mais precisamente 19 jogados, quando o arqueiro Thépot lança a pelota para o meio. Depois de uma boa troca de passes,  o ponta esquerda Marcel Langiller cruza para a área, próximo a marca da cal. O zagueiro mexicano Manuel Rosas tenta o corte, mas fura. A bola sobra para Lucien Laurent, que domina na direita da grande área e, a 16 metros do gol, chuta forte e à meia altura, sem chances para Oscar Bonfiglio. É rede! Estava aberto o placar das Copas do Mundo.

         A proeza do então jovem francês ocorreu no dia 13 de julho de 1930, no acanhado Estádio Pocitos, em Montevidéu, onde pouco mais de 4 mil expectadores assistiram o feito. No fim, a França venceu o México por 4 a 1. Com esse seu gol inaugural das Copas, Laurent ficou conhecido como “Le 1er”, o primeiro.

        Laurent, no entanto, se lesionou no segundo jogo contra a a Argentina e teve que sair de campo. Devido a essa lesão, também não atuou contra o Chile. A França perdeu esses dois jogos por 1 a 0 e foi eliminada ainda na primeira fase da primeiro Mundial da história.

        Os primeiros jogos da Copa do Mundo de 1930 aconteceram antes mesmo da abertura do campeonato. Enquanto a estreia da competição estava marcada para o dia 15, França e México, assim como Bélgica e Estados Unidos, por atrasos na conclusão da obra do Estádio Centenário, iniciaram o certame antes de todos os outros selecionados.

        Embora a Fifa considere seu gol como o pioneiro em Mundiais, há documentos que indicam o lance como o terceiro. Quando Lucien abriu o placar contra o México, os Estados Unidos já venciam a Bélgica por 2 a 0 no exato momento. Mas oficialmente, os EUA fizeram o primeiro gol aos 22 minutos de jogo.

        Essa confusão fez com que o feito de Laurent fosse ignorado pela FIFA por quarenta anos, mas a importância desse gol voltou à tona em 1970. A entidade reconheceu corretamente o gol como o primeiro da história das Copas, destronando o americano Bert McGhee, que abriu o placar dos Estados Unidos na vitória sobre os belgas.

        Nem mesmo o próprio Laurent compreendia a importância de seu gol. Em uma época em que o futebol era amador em quase sua totalidade, o francês fez história, mas, na ocasião, foi cumprimentado pelos companheiros timidamente e voltaram, como se nada fora realizado ali no gramado.

        Nascido em Saint-Maur-des-Fossés, Val-de-Marne, perto de Paris, em 1907, Lucien Laurent, assim como os maioria dos jogadores da época, tinha o futebol como atividade complementar. Ao longo de sua carreira, além de trabalhar em gráficas e na Peugeot, famosa montadora de automóveis francesa, “Le 1er atuou em diversos clubes na França: CA Paris, Sochaux e Toulouse estão entre eles.

        Apesar do gol histórico na primeira Copa do Mundo, Laurent não era muito de balançar as redes. Na seleção francesa, por exemplo, foram apenas dois. O outro foi marcado em uma amistoso contra a Inglaterra, onde os Bleus venceram pela primeira vez na história o English Team.

        Lucien foi forçado a abandonar o futebol para se integrar às forças armadas francesas durante a 2ª Guerra Mundial, onde foi capturado pelos alemães em 1942 e passou três anos como prisioneiro de guerra.

        Ao voltar do conflito, Lucien encerrou sua carreira em Besançon, mesmo lugar onde fora falecer aos 97 anos de idade, no dia 11 de abril de 2005, no hospital Jean-Minjoz.

        O primeiro a marcar em Mundiais foi também o único daquela seleção de 1930 a ver , 68 anos depois, seu país vencer uma Copa.

        Um jovem operário que deixou de lado o anonimato para se transformar na primeira lenda do torneio esportivo mais importante do planeta.

        Lista
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        Links Relacionados