Siga o canal do youtube do ogol.com.br
        1xBet
        Rivalidades
        Rivalidades

        Santos x São Paulo: O clássico San-São

        Texto por Rodrigo de Brum
        l0
        E0

        Dois dos clubes mais vitoriosos do futebol brasileiro, Santos e São Paulo fazem um dos duelos de maior história no país. O embate passou a ser conhecido como San-São em 1956, através do jornalista Thomaz Mazzoni, do jornal a Gazeta Esportiva.

        De lá para cá, o clássico entre tricolores e alvinegros ganhou diversos duelos inesquecíveis e disputas que valeram títulos, com vantagem para o Santos nesse quesito, com seis canecos contra apenas dois do rival, sendo todos válidos pelo estadual.

        O início do clássico

        O clássico entre Santos e São Paulo acontece desde o ano de 1930, e sempre foi marcado por bom futebol. No primeiro duelo entre os dois na história, empate por 2 a 2.

        A primeira decisão entre os dois clubes aconteceu pelo Campeonato Paulista de 1953. O São Paulo levou a melhor com o placar de 3 a 1 em jogo disputado apenas no ano seguinte, no dia 24 de janeiro, e sagrou-se campeão.

        A maior goleada

        Já faz bastante tempo e, provavelmente, esse massacre jamais será superado. No dia 18 de junho de 1944, o estádio do Pacaembu foi o palco de São Paulo 9x1 Santos.

        A equipe do Santos, pasmem, inaugurou o marcador com o argentino Soler. Mas o atacante Pardal virou o duelo com dois gols e o meia Remo marcou o terceiro. Ao final do primeiro tempo, o placar apontava São Paulo 3 a 1.

        O Peixe nem deveria ter voltado dos vestiários, porque a etapa complementar foi um vareio. Tim e Luizinho marcaram duas vezes cada, Sastre anotou um tento, e Remo sacramentou o incrível 9 a 1.

        Santos fugiu do campo!

        Mesmo a maior goleada não teve o impacto do dia 15 de agosto de 1963. O estádio do Pacaembu, novamente, recebeu outro San-São histórico.

        Logo aos seis minutos, o São Paulo saiu na frente com Sabino. O Santos, atual campeão mundial (seria bi naquele ano) respondeu com gol de Pelé, aos 20.

        Ainda na etapa inicial, Benê e Sabino marcaram duas vezes para o Tricolor. A confusão começou após o terceiro gol, já que o bandeirinha teria assinalado impedimento no lance e foi ignorado por Armando Marques. Na confusão, Coutinho e Pelé foram discutir com o árbitro e acabaram expulsos. Santos com nove atletas em campo.

        Depois do intervalo, o estreante lateral direito Aparecido permaneceu nos vestiários, deixando o Peixe com apenas oito jogadores no gramado. Logo aos três minutos, Pepe se chocou com Bellini e também abandonou o gramado. Pagão ainda marcaria o quarto gol tricolor em bomba de fora da área.

        No reinício, Dorval deu a batida na bola e também foi ao chão. Como uma partida não pode continuar quando um time fica com menos de sete jogadores em campo, Armando Marques apitou o fim o duelo.

        A capa do jornal A Gazeta Esportiva estamparia em manchete no dia seguinte a célebre frase:  “Santos fugiu do campo!”.

        Triunfo inesquecível do Santos 

        O dia 22 de maio de 1988 não valia título, mas ficou na memória do torcedor santista. Campeão estadual no ano anterior, o São Paulo de Cilinho contava com atletas como Dario Pereyra, Pita, Raí e Muller.

        Mas o Santos, do técnico Geninho, tinha nas defesas uruguaio Rodolfo Rodríguez e nos gols de Serginho Chulapa a receita para levar a melhor no duelo.

        E foi exatamente o que aconteceu no duelo válido pela fase de classificação do Campeonato Paulista. O Peixe abriu o marcador com Serginho, aos 33. De pênalti, Mendonça marcou 2 a 0.

        Na etapa final o Tricolor pressionou muito, mas esbarrou nas defesas do paredão Rodríguez. Por fim, valeu a máxima do futebol de quem não faz toma. Em contragolpe, César Sampaio definiu o grande triunfo do Peixe - 3 a 0. Uma vitória que ficou marcada na história do San-São e na memória do torcedor de Vila Belmiro.

        Mesmo com poucas disputas valendo título a partir dos anos 2000, o clássico San-São segue como um dos principais do Estado de São Paulo e do país. A marca de um duelo normalmente bem jogado e como palco os icônicos estádios do Morumbi e a Vila Belmiro.

        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        Links Relacionados