Siga oGol no facebook
        1xBet
        Tragédias
        Tragédias

        A morte de Cláudio Coutinho

        Texto por ogol.com.br
        l0
        E0

        No dia 27 de novembro de 1981, o Rio de Janeiro despertou com uma notícia que parecia não ser verdade: morria Cláudio Coutinho, técnico campeão brasileiro com o Flamengo em 1980 e mentor do esquadrão de Zico. A morte aconteceu em um acidente trágico. 

        Coutinho acordou cedo naquele dia, levantou da cama e não chamou seu filho, Paulo César Coutinho, para ir ao Clube dos Marimbás, em Copacabana. Cláudio foi sozinho. 

        Lá, encontrou Júnior, um dos craques do time que havia sido campeão da Libertadores dias antes, e prometeu para o lateral: "Espera um pouco que vou trazer um peixe. Vamos fazer uma peixada”. 

        Adepto da pesca submarina, Coutinho se lançou ao mar. Mas nunca voltou com o peixe. Morreu afogado, e eu corpo foi encontrado na tarde daquele mesmo dia segurando o arpão que tentava pescar uma garoupa. 

        Coutinho costumava mergulhar em apneia, ou seja, sem o auxílio de oxigênio. No dia em questão, porém, apagou, perto das Ilhas Cagarras, e acabou morrendo afogado. 

        A notícia comoveu o Rio de Janeiro e o elenco flamenguista. No Maracanã, dias depois, para a final do Campeonato Carioca, um minuto de silêncio e muitas lágrimas. Uma tragédia colocou fim a uma carreira promissora de um dos treinadores mais inovadores do futebol brasileiro. 

        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        Links Relacionados