Siga o canal do youtube do ogol.com.br
história
Biografia Jogadores

Hugo Sánchez: ''el niño de oro''

Texto por Ryann Gomes
l0
E0

Talento puro, um faro de gol incrível, lampejos de classe e um instinto matador digno de glórias, tudo contribuiu para tornar Hugo Sánchez em um dos mais lendários atacantes da história. Uma lenda no México, em Madri e em todo planeta bola...

Hugo Sánchez nasceu no 11 de julho de 1958, na Cidade do México. Filho de Hector Sánchez, ex-jogador das Astúrias e Atlante, o menino desde muito cedo já deu mostras que brilharia no mundo escolhido pelo pai.

Sucesso nos Pumas garante a ida para Madri

Tanto que aos 14 anos, Hugo já fazia parte da equipe olímpica e foi premiado com o campeonato da CONCACAF . Em 1976, ao completar 18, passou a jogar com a equipe juvenil da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), onde permaneceu até 1981. Também em 76, participou dos Jogos Olímpicos de Montreal, no Canadá.

Em 1977, Sánchez iniciou sua trajetória na seleção mexicana vencendo o torneio da CONCACAF. No mesmo ano, o talentoso atacante ganhou o primeiro título da liga na história do clube com a equipe da UNAM, os Pumas .

Dois anos depois, Sánchez chegou à artilharia do Mexicano, com 26 gols marcados. No final desta mesma temporada, Hugo se transferiu para os Estados Unidos com o San Diego Sockers , mas rapidamente retornou ao UNAM, onde voltaria a conquistar outra Liga, a Copa dos Campeões da CONCACAF e a Copa Interamericana, contra o Nacional, do Uruguai.

Campeão e goleador no Campeonato Mexicano, Hugo Sánchez recebeu uma proposta tentadora do Atlético de Madrid e se mudou para a Espanha. Eram outros tempos, e um mexicano jogar na Europa era, à época, algo que seria no mínimo inusitado. Tanto que em sua primeira temporada em terras colchoneras, o atacante passou grande parte no banco, acusando a distância e a pressão do público que não o conhecia.

Com o passar do tempo, o instinto animal do goleador mexicano voltou à sua normalidade. A temporada que marcou a passagem de Hugo Sánchez pelo Atlético de Madrid foi a de 1984/1985, quando conquistou a Copa Del Rey e foi artilheiro do Campeonato Espanhol, com 19 gols, onde os Colchoneros terminaram na segunda colocação.

Até que, ao fim da temporada, Hugo Sánchez causou um grande rebuliço em Madri. O atacante troca o Atlético pelo seu principal rival: o Real Madrid.

O Pentapichichi merengue

 A mudança de ares causou polêmica, mas Hugo não se arrependeria da troca e no Real seria não só ídolo, como vitorioso. No Santiago Bernabéu, encontrou a felicidade e se tornou o artilheiro dos artilheiros.

Já em sua primeira temporada nos Merengues, os 22 gols estabeleceram um novo recorde na Espanha, mas não o suficiente para manter a artilharia do último campeonato. Ao lado dos jovens Butragueño, Sanchís, Vazquez, Michel, Pardeza, a famosa "Quinta del Buitre", conquistou a Copa da Uefa e o Campeonato Espanhol.

Nos anos seguintes conquistaria mais quatro Espanhóis, sendo fundamental no pentacampeonato merengue ao conquistar por quatro vezes seguidas o título de artilheiro da competição, o que lhe valeu a alcunha de pentapichichi

A última dessas campanhas, na temporada 1989/1990, o mexicano alcançou a incrível marca de 42 gols em 44 jogos, e conquistou a Chuteira de Ouro, prêmio destinado ao maior goleador entre todos os campeonatos europeus.

Os últimos dois anos de Sánchez em Madri seriam de lento declínio. Sem conseguir repetir as grandes atuações de outrora, o Pentapichichi optou por deixar os Merengues para jogar no América do México.

Não durou muito e o matador retornou à Espanha para brilhar com a camisa do Rayo Vallecano, onde marcou 17 golos, um feito considerável, levando em conta as ambições modestas da equipe.

Ao sair de Vallecas, Hugo Sánchez iniciou uma espécie de peregrinação, que começou no Atlante, clube em que jogou seu pai. Logo depois, el Niño de Oro passou por Lask Linz, da Áustria, FC Dallas, dos Estados Unidos, até encerrar a carreira em seu país, no modesto Atlético Celaya.

Fotografias(2)

Hugo Sánchez
Lista
Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
Links Relacionados