Siga oGol no facebook
história
Tragédias

A tragédia da porta 12

Texto por ogol.com.br
l0
E0
"La Tragedia de la puerta 12". Assim é conhecida a maior tragédia da história do futebol argentino. O que era para ser um dia de festa no Monumental acabou em desastre, com dezenas de mortes. 

O dia era 23 de junho de 1968 e, em Nuñez, River Plate e Boca Juniors faziam mais um clássico. O jogo até correu bem, apesar de ter sido um insosso 0 a 0, mas o que aconteceu após o apito final acabou deixando marcas na sociedade argentina. 

A torcida xeneize tentava deixar um estádio que recebeu mais de 90 mil pessoas quando, na saída da porta 12, aconteceu o desastre. A porta estava fechada. Ou melhor, segundo a investigação oficial, algumas catracas e portas metálicas não estavam abertas. Ou seja: ninguém conseguia sair, apesar de todo mundo tentar. 

O tumulto foi ficando cada vez maior, até que as pessoas começaram a simplesmente atropelar umas as outras. Muitas caíram no chão, e acabaram pisoteadas, ou mesmo sufocadas. Foram, no total, 71 mortos. 

O River, junto com a Associação de Futebol da Argentina, ofereceu uma volumosa quantia em dinheiro para as vítimas ainda vivas e para as famílias dos que não resistiram, tentando abafar o caso. Mas o desastre nunca foi esquecido. E nem deve ser.

Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…