Siga o canal do youtube do ogol.com.br
          1xBet
          Histórias do Futebol
          Histórias do Futebol

          Aduriz, o goleador que envelheceu como bom vinho

          Texto por Eduardo Massa
          l0
          E0

          A idade costuma ser cruel para a carreira de um jogador de futebol e é comum olharmos com desconfiança para atletas acima dos 30. Nem todos, no entanto, envelhecem da mesma forma, e Aritz Aduriz é um exemplo especial disto.

          Não se engane, ninguém está imune às agruras do tempo. Quando decidiu parar aos 39 anos, em uma quarta-feira "pandêmica", Aduriz o fez forçado por um grave problema no quadril. Certamente o atacante preferia se despedir com uma histórica participação na final da Copa do Rei, contra a Real Sociedad. Mas o tempo também fez bem ao goleador, que viveu seu auge na reta final da carreira.

          As seis melhores temporadas de Aduriz aconteceram depois dos 30, em sequência, entre 2012 e 2018. Foram 142 gols no período, praticamente o mesmo do restante de toda a sua longeva carreira, além de duas artilharias na Liga Europa. E foi o Athletic que se beneficiou da melhor fase do goleador.

          Quando encerrou a carreira, Aduriz fazia parte de um seleto time dos 20 maiores goleadores do Campeonato Espanhol, e se despediu como o sexto maior artilheiro do Athletic na competição. Tudo isso graças a seu desempenho no período mencionado acima. O melhor momento foi em 2015/16, quando terminou a temporada com 36 gols, aos 35 anos.

          Os anos de coadjuvante

          Antes de se tornar no goleador histórico, reconhecido internacionalmente, Aduriz teve uma carreira sem tanto brilho, embora longe de ter sido um fracasso. Começou no modesto Aurrerá de Vitoria, clube parceiro do Athletic. Passou ainda pelo time B da tradicional equipe de Bilbao antes de ter suas primeiras oportunidades no time principal, seguindo por Burgos e Valladolid para depois retornar a sua "casa".

          A segunda passagem pelo Athletic durou dois anos e meio e com 23 gols marcados apenas. Ainda jogou por Mallorca e Valencia, e teve bons momentos pelos dois, mas nunca foi brilhante.

          Retornou ao Athletic em 2012. E contra todas as expectativas assumiu um tamanho que não se esperava, e com os números já mencionados. Chegou até a ser presença frequente na seleção espanhola e defendeu a Fúria na Eurocopa de 2016. Definitivamente um caso raro no futebol.

          D

          Fotografias(27)

          Aritz Aduriz (ESP)
          Lista
          Comentários (0)
          Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
          motivo:
          EAinda não foram registrados comentários…
          Links Relacionados